Make your own free website on Tripod.com

BOLETIM DE NOTÍCIAS

Seção para a América Latina e o Caribe

N. 32, junho de 1998

HP


O QUE É A IFLA? O ESCRITÓRIO REGIONAL O PROGRAMA ALP SÍTIOS ÚTEIS


A IFLA DÁ AS BOAS VINDAS A UM NOVO COORDENADOR DE ATIVIDADES PROFISSIONAIS

REUNIÃO REGIONAL: MANIFESTO DA UNESCO SOBRE A BIBLIOTECA PÚBLICA

CONCURSO IFLA/LAC, 1999: "CHAMADA PARA A SESSÃO DE "CONTRIBUTED PAPERS

A PRESIDENTE DA IFLA, Mme. CHRISTINE DESCHAMPS, VISITA A ARGENTINA E O CHILE

A BIBLIOTECA PHILIPSBURG JUBILEE EM ST. MAARTEN RECEBEU O PRÊMIO DE COMUNICAÇÃO LEN STEIN

SUMÁRIO


O Boletim de Notícias é publicado duas vezes por ano, em junho e dezembro, pelo Escritório Regional da IFLA para a América Latina e o Caribe. É o melhor meio de comunicação entre os membros da região. Solicitamo-lhes compartilhar suas idéias e experiências enviando contribuições e sugestões para o
Escritório Regional.

SUMÁRIO

1. Editorial

2. IFLA e suas seções

3. Notícias dos filiados à IFLA e das associações da região

4. Notícias gerais de interesse para a região

5. Publicações recebidas
("Clearinghouse")

6. Calendário Internacional


(Voltar à primeira página)

Comitê de Redação
Elizabet Maria Ramos de Carvalho (BR)
Stella Maris Fernández (AR)
Miriam Martinez (CU)

Secretaria:
Ivone Tálamo (BR)

Editorial, Revisão e Aprovação:
Elizabet Maria Ramos de Carvalho

Tradução e Revisão do Espanhol:
Stella Maris Fernández

Tradução e Revisão do Inglês:
Miriam Martinez e Hagar E. Gomes (BR)

1. EDITORIAL


É com imensa satisfação que registramos a visita da Presidente da IFLA, Sra. Christine Deschamps, à Argentina e ao Chile. Conforme já mencionamos anteriormente é muito importante que membros da Diretoria da IFLA possam avaliar pessoalmente a situação da Biblioteconomia na América Latina.

Registramos também o prazer que teve o Brasil de sediar a reunião do Comitê Permanente da IFLA/LAC, com o comparecimento de todos os membros do CP, exceto a Secretária Míriam Martinez (Cuba) que, por motivos de saúde, não pode comparecer. O Brasil tentou retribuir a hospitalidade dos demais países da América Latina e Caribe. O entrosamento dos membros do Comitê, formado por profissionais experientes, colaborou para que o resultado das reuniões fosse excelente.

O Brasil teve também a honra de sediar a reunião Regional "Manifesto da UNESCO sobre Bibliotecas Püblicas", realizada em Salvador, Bahia, promovida pela IFLA/LAC, ALP e Seção de Bibliotecas Públicas da IFLA e contando com o forte apoio da Diretoria de Bibliotecas Públicas, Fundação Cultural e Secretaria de Cultura e Turismo do Estado da Bahia. Queremos deixar registrado o nosso agradecimento a Sissel Nilsen, ex-Presidente da Seção de Bibliotecas Públicas e atual Chefe da Junta Profissional, com quem iniciamos as negociações para a realização da Reunião. Acreditamos que é através de trabalhos cooperativos como este que a IFLA se fortalece cada vez mais. Philip Gill, Presidente da Seção de Bibliotecas Públicas,teve uma participação ativa na Reunião e pode avaliar melhor a realidade das bibliotecas públicas na América Latina e no Caribe.

Em agosto (16 a 21) a linda e aprazível Amsterdam sediará a 64 Conferência Geral da IFLA que promete ser um grande sucesso pelo número de profissionais inscritos, pelos temas a serem abordados e pelas inúmeras atividades profissionais e sociais programadas. Esperamos que inúmeros colegas latino-americanos e caribenhos compareçam e prestigiem as atividades da Seção IFLA/LAC e da Divisão de Atividades Regionais durante a Conferência.


(Voltar ao Sumário)

(Voltar à primeira página)

FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES E INSTITUIÇÕES BIBLIOTECÁRIAS

ESCRITÓRIO REGIONAL PARA A AMÉRICA LATINA E O CARIBE

c/o FEBAB Rua Avanhadava, 40 - cj. 110
01306 - São Paulo - SP - Brazil
Telefax: +55 11 2579979
Fax: +55 11 2922993

c/o Delegacia Regional do MINC no Rio de Janeiro
Palácio da Cultura
Rua da Imprensa, 16 - 2o. andar
Centro - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel.: +55 21 3225330
Fax: +55 21 3225733
E-mail:iflalac@nutecnet.com.br

IFLA E SUAS SEÇÕES

ÍNDICE

SEDE DA IFLA

O fundo presidencial para a participação dos países em desenvolvimento na IFLA

A IFLA dá as boas vindas a um novo Coordenador de Atividades Profissionais

Candidata da IFLA obtém o prêmio do Comitê Internacional do Livro em 1998

Enviados pelo correio para os membros da IFLA o "IFLA Directory" e o Programa a Médio Prazo

IFLA / ALP

Reunião Regional: Manifesto da UNESCO sobre a Biblioteca Pública

Seminário pre-conferência da IFLA na Tailândia, 1999: chamada para indicação de representantes

(continuação...)

IFLA/LAC

Reunião do Comitê Permanente da IFLA/LAC

Benvindos à lista eletrônica ENLAC-E para bibliotecários e profissionais da informação da America Latina e do Caribe

Concurso IFLA/LAC Bangcoc'99 - chamada para a sessão "Contributed Papers

Um chileno foi o vencedor do Concurso IFLA/LAC 1998

IFLA / SEÇÃO DE CLASSIFICAÇÃO E INDEXAÇÃO

Conferência Internacional sobre Serviços Bibliográficos Nacionais


(Voltar ao Sumário)

(Voltar à primeira página)


IFLA E SUAS SEÇÕES


SEDE DA IFLA


O fundo presidencial para a participação dos países em desenvolvimento na IFLA

Em sua reunião de dezembro de 1997 o Comitê Diretor da IFLA aceitou estabelecer um fundo presidencial para que os países em desenvolvimento participem da IFLA. A criação do fundo marca o final do mandato presidencial de Robert Wedgeworth (1991-1997) e é uma resposta para uma iniciativa das associações americanas membros da IFLA e muitos de seus amigos em todo o mundo.

O Fundo Presidencial será dotado com verbas para apoiar a participação na IFLA de colegas do mundo em desenvolvimento. Esta iniciativa reflete os esforços da longa trajetória de Robert Wedgeworth no mundo em desenvolvimento. A coleta de fundos começou nos Estados Unidos e será seguida por uma ampla campanha federativa nos princípios de 1998. Os colaboradores que o permitirem serão listados na página WEB da IFLA. As contribuições em dinheiro serão solicitadas durante a conferência da IFLA em Amsterdam (em agosto de 1998) para evitar encargos bancários para contas muito pequenas e outros problemas. Também serão aceitos os cupons da UNESCO.

O Fundo está concebido de maneira que os juros assegurem as subvenções anuais. O fundo pode ser usado também como um meio para que outros doadores apoiem a participação nas conferências baseando-se em contribuições pre-determinadas em certos anos previamente escolhidos . O fundo será administrado pela Direção da IFLA (IFLA/HQ). O júri será composto por dois representantes das Juntas da IFLA e dois da Direção da IFLA. O Coordenador do Programa ALP atuará como assessor.

(Traduzido por: Laura Solis)

(Voltar ao Índice)

A IFLA dá as boas vindas a um novo Coordenador de Atividades Profissionais

É com grande prazer que anunciamos a indicação do Sr. Sjoerd M.J. Koopman como o novo Coordenador de Atividades Profissionais da IFLA, a partir de 1 de abril de 1998. Depois de comunicar a nomeação do Sr. Koopman para a Junta Profissional, Sissel Nilsen, Chefe daquela Junta, declarou: "Estou encantada com a oportunidade de dar as boas vindas ao Sr. Koopman em nome da Junta Profissional da IFLA e estou certa de que seu conhecimento do mundo das bibliotecas, sua experiência e seus contactos internacionais darão uma nova dimensão ao programa profissional da IFLA."

O Sr. Koopman ocupava a posição de Chefe de Marketing do Centro de Automação de Bibliotecas da ICAP desde 1995. Ele foi contratado pela ICAP em 1991 como Coodenador do Projeto de Remessa Eletrônica - RAPDOC - e mais tarde foi promovido à posição mencionada. Sem dúvida seu extenso conhecimento teórico e empírico dos aspectos de automação, marketing e administração do setor de TI faz dele um ótimo assessor da Junta Profissional e do pessoal da direção da IFLA quanto às novas maneiras de desenvolver nosso programa profissional para melhor atender às demandas de nossos membros.

Durante os anos 80 o Sr. Koopman ocupou uma série de posições crescentemente complexas na Biblioteca Real da Holanda. Suas habilidades de administrador, comunicador e, acima de tudo, mediador foram cuidadosamente lapidadas durante esse período de 11 anos. Começando como um bibliotecário de referência em Ciências Políticas (1979-1982), foi promovido à Assistente de Administração(1982-1988) e depois Assistente do Diretor interino (1988-1989). De 1988-1991 foi Secretário da Junta de Direção da Biblioteca Real e, finalmente, Chefe de Desenvolvimento de Políticas da Biblioteca Real de 1990 até ir para a ICAP em 1991.

Durante sua variada e complexa carreira na Biblioteca Holandesa e no setor de informação, o Sr. Koopman recebeu vários prêmios acadêmicos. Após graduar-se em Economia de Negócios na Universidade Erasmo de Roterdam, ele cursou Ciências Políticas na Universidade de Amsterdam. Em 1979, completou com sucesso um curso de 3 anos em Biblioteconomia e Ciência da Informação e, em 1981, obteve um grau de Mestre em Ciências Políticas da Universidade de Amsterdam. Um freqüentador assíduo das conferências internacionais da IFLA e ex-membro do Comitê Permanente da Seção de Remessa de Documentos e Empréstimo entre Bibliotecas, o Sr. Koopman já está bem versado nos propósitos e atividades da Federação. Ele está também na privilegiada posição de poder ver a IFLA objetivamente sob o ponto de vista de um membro e temos a esperança de que ele agora possa traduzir suas "impressões" em recomendações tangíveis de maneira que possamos melhorar ainda mais os serviços prestados ao universo sempres crescente de nossos associados.

Em paralelo com seus sólidos conhecimentos de automação de bibliotecas, o Sr.Koopman também possui excelentes habilidades linguísticas: uma qualidade essencial para a posição de Coordenador de Atividades Profissionais. Ele já publicou bastantes trabalhos em Inglês e Holandês, é proficiente em Francês e Alemão, e também atingiu um alto nível de conversação em Italiano e Espanhol. Nos consideramos, portanto, muito afortunados em poder contar com o Sr. Koopman como um dos nossos mais novos membros da direção e estamos certos de que ele dará uma contribuição valiosa à equipe internacional da IFLA. Esperamos trabalhar mais juntos dele no futuro próximo e temos a esperança de que ele também considere seus anos de trabalho na IFLA como agradáveis, informativos e inspiradores.

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)

Candidata da IFLA obtém o prêmio do Comitê Internacional do Livro em 1998!

Em sua reunião de 13 de outubro de 1997, o Comitê Internacional do Livro (International Book Committee) anunciou que a Sra. Maria José Moura, Vice-Presidente do Conselho de Bibliotecas Portuguesas foi a vencedora do prêmio. Ao enviar sua proposta ao CIL, a Junta Profissional da IFLA enfatizou que a Sra. Maria José foi o principal fator para modificar o acesso aos livros, à informação e ao conhecimento em Portugal, através do lançamento de um programa de bibliotecas públicas que teve um enorme êxito .

Um grupo de trabalho dirigido pela Sra. Maria José está avaliando o programa com o propósito de introduzir melhoramentos e criar uma rede nacional formada por bibliotecas centrais e sucursais ou bibliotecas móveis. O grupo recomendou também a adoção de redes intermunicipais formadas por todos os tipos de bibliotecas existentes em uma municipalidade ou região. Além disso, a Sra. Maria José iniciou um novo programa para incentivar a leitura, o desenvolvimento das bibliotecas escolares e a cooperação entre as bibliotecas públicas e escolares.

A Sra. Maria José Moura tem trabalhado internacionalmente para introduzir novidades em Portugal. Há muitos anos trabalha na IFLA e iniciou com a ex-Presidente Else Granheim uma rede que reunia os bibliotecários do sul da Europa (países mediterrâneos) aos países nórdicos para troca de experiências profissionais. Ela é também bastante conhecida por seu trabalho na União Européia e contribuiu para incluir as bibliotecas portuguesas públicas e acadêmicas em projetos da União. Também estimulou os contactos com as bibliotecas dos países sul-americanos.

O Prêmio Internacional do Livro será oficialmente outorgado à Sra. Maria José Moura em uma cerimônia especial durante a 64a. Conferência Geral da IFLA em Amsterdam, Holanda, de 16 a 21 de agosto de 1998.

(Volta ao Índice)

Enviados pelo correio para os membros da IFLA o "IFLA Directory" e o Programa a Médio Prazo

Hoje, 1600 pacotes contendo a últime edição do Diretório ("IFLA Directory 1998-1999") e do Programa a Médio Prazo ("IFLA Medium Term Programme 1998-2001") da IFLA foram enviados a todos os membros em mais de 150 países ao redor do mundo. Tanto o Diretório da IFLA quanto o PMP marcam uma nova era da Federação, iniciada com a eleição da nova Presidente , Sra. Christine Deschamps, e dos novos membros das Juntas, Divisões e Seções da IFLA durante a Conferência de 1997 em Copenhague.

O Diretório da IFLA serve como um manual de fácil consulta, contendo os nomes e endereços de todos os novos e atuais membros das juntas e dos outros órgãos da IFLA e uma visão do conjunto de programas e grupos que juntos realizam os objetivos do seu programa profissional. Seguindo-se ao esboço da estrutura organizacional , o Diretório também oferece uma lista completa de todos os membros, corpos consultivos e patrocinadores, os quais representam a rede internacional de profissionais de informação da IFLA.

O Programa a Médio Prazo apresenta a abrangência e atividades dos vários programas básicos da IFLA ("IFLA Core Programmes"), Divisões, Seções e Mesas Redondas, formulados para o período de 1998 a 2001. Os progressos dos muitos aspectos das bibliotecas e serviços de informação servem como a trama geral do programa profissional da IFLA; todavia, o modo pelo qual a meta deve ser atingida varia de grupo para grupo.

Uma versão eletrônica e interativa do diretório da IFLA 1998-1999 será disponibilizada no sítio da IFLA na WWW - IFLANET - em:http://www.ifla.org.
Os programas profissionais, como descritos no Programa a Médio Prazo, serão, na IFLANET, diretamente ligados às páginas apropriadas dos programas básicos, Divisões, Seções e Mesas Redondas. Como parte dos benefícios para os membros da IFLA, tanto o Diretório como o PMP foram mandados gratuitamente para todos os membros e autoridades da IFLA. Cópias adicionais do Diretório estão disponíveis no Departamento de Publicações da Sede da IFLA ao preço especial de NLG 35. Os não-membros podem comprar o Diretório por NLG 95 e o PMP por NLG 40.

(HQ press release: October 9, 1997)

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)


IFLA/ALP


Reunião Regional: Manifesto da UNESCO sobre a Biblioteca Pública

A reunião regional: "Manifesto da UNESCO sobre a Biblioteca Pública" foi realizada de 24 a 27 de março no auditório da moderna e espaçosa Biblioteca Pública do Estado da Bahia, em Salvador, recentemente inaugurada . A reunião foi organizada por Seção IFLA/LAC, Comissão Brasileira de Bibliotecas Públicas e Escolares da FEBAB, Ministério da Cultura, Fundação Biblioteca Nacional e Direção de Bibliotecas Públicas da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Secretaria de Cultura e Turismo), juntamente com o Programa ALP e a Seção de Bibliotecas Públicas da IFLA.

A reunião teve três objetivos prioritários: divulgar na América Latina e no Caribe a nova versão do Manifesto da UNESCO sobre Bibliotecas Públicas; preparar os participantes para sensibilizar as autoridades responsáveis; definir estratégias comuns de ação para garantir o cumprimento das missões do Manifesto. Participaram da mesma representantes dos seguintes países: Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Costa Rica, Martinica, México, Perú, St. Maarten, Trinidad e Tobago, e Venezuela.

A metodologia utilizada consistiu na remessa e posterior avaliação de dois tipos de questionários: um para a biblioteca pública, outro para ser respondido pelo Sistema de Bibliotecas, no caso do país receptor o possuir. A Prof. Sueli Angélica do Amaral (Brasil) foi a responsável por esta tarefa. A análise desses questionários permitiu que se tivesse uma visão global sobre o cumprimento das missões do manifesto nos países participantes, gerando a dissertação de Sueli do Amaral "Panorama das Bibliotecas e Sistemas Participantes da Reunião" que, por sua vez, sugiriu os possíveis temas a considerar nos trabalhos de grupo: cooperação e trabalho em redes; apoio à partipação comunitária; uso de novas tecnologias em bibliotecas públicas; fontes de financiamento de projetos; políticas públicas de leitura; interface entre as bibliotecas públicas e escolares.

O trabalho de grupo foi precedido por dissertações sobre o papel e função dos organismos internacionais envolvidos e por outras palestras sobre os programas brasileiros e portugueses. Entre as primeiras estiveram as seguintes: Abdel Aziz Abid (UNESCO) falou sobre o Programa Memória do Mundo; Philip G. Gill (Inglaterra) sobre o Manifesto da UNESCO sobre as Bibliotecas Públicas e sobre a Seção de Bibliotecas Públicas da IFLA; Birgitta Bergdahl sobre o Programa ALP; Elizabet M. R. de Carvalho discorreu sobre o Escritório Regional da IFLA para a América Latina e o Caribe, e José Adolfo Rodriguez Gallardo sobre a organização e atividades da Seção Regional. Sobre o âmbito local falaram May Brooking Negrão sobre o Manifesto da UNESCO e as Bibliotecas Públicas na América Latina e no Caribe; Célia Zaher sobre o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas; e Maria Conceição da Gama Santos sobre o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas da Bahia. Maria José Moura, de Portugal, se refiriu ao Programa de Bibliotecas Públicas de Portugal e o Projeto UNET: Bibliotecas Modelo da UNESCO. Foi também apresentada por Pamela Benson a palestra de Darlene Weingand (que não pode estar presente), dos Estados Unidos, "The marketing contribution to the implementation of the UNESCO Public Library Manifesto in Latin America and the Caribbean". Os representantes da Argentina (Suzana Canibaño), Colômbia (Gloria Palomino), Costa Rica (Marlene Vargas Hernandez), Martinica (Marie Francoise Bernabé), México (Salvador Rodriguez Carrillo), Perú (César Castro), St. Maarten (Blanca Hodge), Trinidad e Tobago (Pamela Benson) e Venezuela (Maritza Turupial), apresentaram relatos sobre a aplicação do Manifesto da UNESCO em seus respectivos países.

Simultaneamente, houve também uma ilustrativa seção de "posters", organizada pelos países participantes, expondo os produtos e serviços que oferecem suas bibliotecas e sistemas.

Baseadas no resultado dos grupos de trabalho foram propostas as seguintes linhas de ação regionais para o próximo quinquênio (1998 - 2002), com a finalidade de promover o cumprimento das missões postuladas no Manifesto:

  • Integrar a participação comunitária como parte essencial do trabalho das bibliotecas públicas;
  • Promover o treinamento dos bibliotecários profissionais e para- profissionais em técnicas de planejamento estratégico, marketing e formulação e negociação de projetos, para melhorar a prestação dos serviços e para influir nos níveis de tomada de decisões;
  • Projetar e implementar instrumentos que favoreçam o acesso à informação local, regional e internacional, com o emprego de novas tecnologias e mecanismos de cooperação e trabalho em redes;
  • Apoiar e difundir políticas de leitura existentes nos paises da região e participar na sua implementação;
  • Planejar e implementar estratégias para a difusão em larga escala do Manifesto na região. Essa difusão deverá ser feita não somente nas bibliotecas públicas e outros serviços bibliotecários, mas também entre as organizações governamentais, em seus diferentes níveis, as do setor privado e as organizações não-governamentais.

Como resultado da reunião chegou-se aos seguintes recomendações:

  • Recomendar ao Escritório da UNESCO na região negociar a publicação do Manifesto em diferentes formatos e sua divulgação em larga escala;
  • Recomendar à UNESCO que insista com os governos dos estados membros da América Latina e do Caribe sobre a aplicação dos princípios contidos no Manifesto;
  • Recomendar aos países da região observar o processo de desenvolvimento da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas de Portugal, assumido pelo governo português como uma política nacional;
  • .
  • Reiterar a vigência da Declaração de Caracas de 1982 que "reconhece a biblioteca pública como fator de desenvolvimento e instrumento de mudança social na ALC", recomendar sua nova publicação e ampla difusão na região;
  • Recomendar às bibliotecas públicas da região a adoção de metodologia de planejamento estratégico e de técnicas de marketing da informação como criadoras de condições de competitividade;
  • Reconhecer a existência de uma grande diversidade de experiências valiosas nas bibliotecas públicas da ALC, assim como a criatividade dos bibliotecários que, em condições adversas, logram cumprir as missões contidas no Manifesto, recomendando a divulgação e intercâmbio dessas experiências entre os países da região;
  • Recomendar às bibliotecas públicas o trabalho coordenado com universidades e outras instituições de seu meio, como uma maneira de melhorar a qualidade do serviço assim como o trabalho cooperativo entre as bibliotecas da região;
  • Difundir as linhas de ação propostas para o período 1998 - 2002 com o propósito de cumprir as missões contidas no Manifesto.

Complementou a atividade profissional uma serie de interesantes e atraentes atividades sociais e culturais que enriqueçeram os participantes - visitas ao Museu Costa Pinto e à Casa de Jorge Amado - além de visitas a bibliotecas.

A reunião foi realizada em um ambiente sumamente confortável, caracterizado pela simpatía, cordialidade e eficiência dos organizadores e do pessoal de serviço, razão pela qual se fez chegar a todos eles nossas felicitações e sinceros agradecimentos.

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)

Seminário pre-conferência da IFLA na Tailândia, 1999: chamada para indicações de representantes

Antes da conferência geral anual da IFLA em Bangcoc, em agosto de 1999, será realizado um seminário de cinco dias com o tema "Coletando e preservando a tradição oral". Este será mais um da série de seminários bi-anuais pre-conferência para países em desnvolvimento, realizados sob os auspícios da junta profissional da IFLA. As línguas de trabalho serão Espanhol, francês e Inglês.

O seminário tratará dos vários aspectos envolvidos no recolhimento e preservação da herança oral, incluindo o contexto socio-cultural; metodologias de recolhimento e critérios de seleção; cuidados, manuseio, guarda e preservação e questões técnicas.

Serão selecionados candidatos do mundo em desenvolvimento, os quais receberão auxílio para atender tanto ao pre-seminário como à Conferência de 1999. A preferência será dada aos indivíduos que podem lucrar mais com o seminário e que estão em posição de transmitir o que obtiveram aos colegas nos países de origem.

Orientações, questionários e listas de endereço podem ser obtidas da Secretaria da ALP:

IFLA ALP
Uppsala University Library
PO Box 510
S-751 20 Uppsala
Sweden
E-mail:ifla.alp@ub.uu.se
Fax: 46 18-4713994

(Gunnila Natvig - ALP)

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)


IFLA/LAC


Reunião do Comitê Permanente da IFLA/LAC

Foi realizada de 21 a 23 de março de 1998 em Salvador, Bahia, Brasil, precedendo a Reunião Regional que tratou do Manifesto da Unesco sobre as Bibliotecas Públicas.

Participantes: Birgitta Bergdahl, Coordenadora do Programa ALP, José Adolfo Rodriguez Gallardo, Presidente da Seção, Elizabet Maria Ramos de Carvalho, Gerente do Escritório Regional da IFLA/LAC, e os seguintes integrantes do Comitê: Stella Maris Fernández e Roberto Servidio (Argentina), Ivone Tálamo, Sueli Angélica do Amaral e May Brooking Negrão (Brasil), Clara Budnik (Chile), Glória Maria Rodriguez Santamaria (Colômbia), Alice Miranda (Costa Rica), Marie Francoise Bernabé (Martinica), Estela Morales Campos(México), Blanca Hodge (St. Maarten), Pamela Benson (Trinidad & Tobago) e Maria Elena Zapata (Venezuela).

A reunião teve como finalidade programar as ações da Seção na 64a. Conferência Geral da IFLA que será realizada em Amsterdam de 16 a 21 de agosto do corrente, acompanhar as atividades do Plano a Médio Prazo para o período 98 - 99 e planejar as atividades para a conferência da IFLA que terá lugar em Bangcoq, Tailândia, em 1999.

Nesta reunião foi decidido que o tema para o concurso IFLA/LAC 1999 será "O impacto do texto completo no mundo eletrônico: são os bibliotecários ainda necessários?".

O tema para a sessão da IFLA/LAC na conferência em Bangcoc será: "Caleidoscópio de bibliotecas latino-americanas e caribenhas".

O tema do forum conjunto com a Divisão VIII será: A informação local é informação global?

(Stella Maris Fernández - CP IFLA/LAC)

(Voltar ao Índice)

Benvindos à lista eletrônica ENLAC-E para bibliotecários e profissionais da informação da America Latina e do Caribe

Durante a reunião da Seção latino-americana da IFLA, realizada há uns meses atrás em Copenhague como parte dos trabalhos da 63a. Conferência da Federação Internacional de Bibliotecários, foi aprovada a criação de uma lista eletrônica latino-americano para intercâmbio de informação sobre temas relacionados com a profissão.

Temos o prazer de anunciar que a lista já está pronta para funcionar em um dos servidores da Universidade de Colima, no México. Recebeu o nome de ENLAC-E, nome que representa uma síntese de: "ENlazando a LAtinoamerica y El Caribe Electrónicamente". Todos os profissionais de informação estão convidados a participar, enviando notícias, dados, "dicas", informação sobre conferências, cursos, etc.

O objetivo principal da ENLAC-E é servir como um foro para o intercâmbio de idéias e informação entre bibliotecários da América Latina e do Caribe. Todos nós representamos diferentes paises e idiomas, e por isso você está cordialmente convidado a enviar suas mensagens em seu próprio idioma. O Português, Espanhol, Inglês ou o Francês são todos benvindos a esta lista. Ela foi instalada em um servidor da Universidade de Colima (México), mas a idéia é que qualquer colega, de qualquer país da região possa mandar suas mensagens para fazer-nos partícipes de seus projetos, conferências, cursos, etc.
Endereço: enlac-e@ciencias.ucol.mx

Para se inscrever só é necessário enviar um correio electrônico dirigido a listproc@ucol.mx, com o assunto ("subject") em branco e com o seguinte texto:
subscribe enlac-e nombre sobrenome
Exemplo:
subsubscribe enlac-e juan perez

Para maiores informações contactar Lourdes Feria. A comunicação nos ajudará a crescer juntos e a nos aproximarmos mais em benefício das nossas bibliotecas e esta lista pretende ser um ponto de encontro para isso. Que seja para o bem!
Lourdes Feria
Servicios y Tecnologias de Informacion
Universidad de Colima
lferia@volcan.ucol.mx
Av. Universidad 333
Colima 28040 Mexico
Tel 331 433-81 y 331 496-21
Fax 331 43006

(Lourdes Feria)

(Voltar ao Índice)

Concurso IFLA/LAC Bangcoc'99 - chamada para a sessão "Contributed Papers"

A Seção IFLA/LAC convida toda a comunidade profissional da América Latina e do Caribe a tomar parte no concurso cujo propósito é estimular a participação de novos profissionais nos programas da IFLA. O vencedor apresentará seu trabalho na sessão "Contributed Papers" na 65a. Conferência Geral da IFLA que será realizada em Bangcoc, Tailândia, em 1999, onde terá a oportunidade de encontrar colegas do mundo todo e compartilhar experiências.

Tema: O impacto do texto completo eletrônico: são os bibliotecários ainda necessários?

O trabalho deve ter uma projeção global, ser novo e dar uma vista panorâmica do que está acontecendo na região.

Requisitos:

  1. Deve ser original e não publicado;
  2. Não deve exceder 20 páginas em espaço duplo, em papel branco sem marcas de identificação;
  3. Deve ser apresentado em Espanhol ou Inglês com um resumo de uma página nas mesmas línguas;
  4. A apresentação não deve exceder 20 minutos;
  5. Devem ser enviados um original e três cópias;
  6. O trabalho deve incluir uma introdução, conclusões, notas de roda-pé e a bibliografia consultada;
  7. O autor deve usar um pseudônimo e colocá-lo junto com seus dados completos e cópia do seu curriculum-vitae num envelope fechado e sem marcas;
  8. A data limite para recepção será 15 de janeiro de 1999;
  9. Os trabalhos devem ser enviados ao representante de seu país no Comitê Permanente da IFLA/LAC que por sua vez o enviará ao Escritório Regional da IFLA/LAC ou, se assim for preferido, pode ser enviado diretamente ao Escritório Regional.

Prêmio:
Só haverá um vencedor da seção da América latina e do Caribe, o qual receberá um único prêmio consistindo de:
  1. A oportunidade de apresentar o trabalho na sessão "Contributed Papers" Bangcoc;
  2. Inscrição gratuita na 65a. Conferência Geral da IFLA em Bangcoc, 1999 e passagem aérea de ida e volta.

Seleção:
O júri é designado pelo Presidente da Seção IFLA/LAC, incluindo o Presidente, a Secretária e a Gerente do Escritório Regional. Eles selecionarão os melhores trabalhos e os enviarão para a Direção da IFLA em Haia, onde a seleção final do vencedor será feita.

Escritório Regional da IFLA/LAC:
Elizabet Maria Ramos de Carvalho
c/o FEBAB
Rua Avanhadava, 40 - cj. 110
01306 - São Paulo - SP - Brasil
Telefax: +55 11 2579979
Fax: +55 11 2922993
Fax: 55 21 322-5733
e-mail: iflalac@nutecnet.com.br

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)

Um chileno foi o vencedor do Concurso IFLA/LAC 1998

Cristian Cabezas, chileno, foi o vencedor do Concurso IFLA/LAC para a sessão "Contributed Papers" da 64a. Conferencia Geral da IFLA em Amsterdam. O título de seu trabalho é "A biblioteca como porta de acesso à informação". Como prêmio receberá da IFLA a inscrição para a Conferência e a passagem de ida e volta para Amsterdam.

Convidamos todos os colegas latino americanos e caribenhos a prestigiar o colega chileno, assistindo a sua apresentação.

(Voltar ao índice)

(Voltar à primeira página)


IFLA / SEÇÃO DE CLASSIFICAÇÃO E INDEXAÇÃO


Conferência Internacional sobre Serviços Bibliográficos Nacionais

Em 1977, em Paris, foi organizado pela UNESCO em colaboração com a IFLA, o Congresso Internacional sobre Bibliografias Nacionais. Esse foi um evento de crucial importância, resultando em uma série de recomendações que contribuiram significativamente para melhorar o controle bibliográfico internacional durante as duas últimas décadas. No entanto, uma série de fatores levaram a Divisão de Controle Bibliográfico e o Programa de Controle Bibliográfico Universal e MARC Internacional (UBCIM)da IFLA a acreditarem que as recomendações de 1977 devem ser revistas e, se necessário, atualizadas. Entre os fatores mencionados estão os novos e emergentes meios de distribuição de registros, tal como a WWW, as mudanças políticas consideráveis que ocorreram no começo desta década e o crescimento da movimento editorial internacional.

Em vista disso, 21 anos depois do Congresso de Paris, uma outra conferência está planejada. Essa conferência será realizada em Copenhague de 25 a 27 de novembro de 1998. Ela abordará tópicos como cobertura, associações com outros setores e distribuição e troca, e será precedida por um "keynote paper" relembrando o congresso de 1977. Grupos de discussão debaterão os assuntos levantados e levarão suas decisões a uma sessão plenária de onde emergirão novas recomendações. A tônica da conferência será a interatividade; não haverá sessões dedicadas a apresentações nacionais. As línguas da conferência serão Francês e Inglês.

A participação na reunião será somente para convidados e haverá uma taxa de inscrição de 2000 coroas dinamarquesas.

(Marie-France Plassard, UBCIM)

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)


NOTÍCIAS DOS FILIADOS À IFLA E DAS ASSOCIAÇÕES DA REGIÃO

ÍNDICE

ARGENTINA

XXXII Reunião Nacional de Bibliotecários

Criação da Sociedade de Investigações Bibliotecológicas

BRASIL

Bireme e Fapesp em parceria

UFMG inaugura rede de informação

Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias

Classificação Decimal Universal ganha nova versão em língua portuguesa

I CIBERÉTICA - Simpósio Internacional de Propriedade Intelectual, Informação e Ética

CHILE

Representante do Chile na IFLA-LAC

A Presidente da IFLA, Mme. Christine Deschamps, visita o Chile

ST. MAARTEN

A Biblioteca "Philipsburg Jubilee" em St. Maarten recebeu o Prêmio de Comunicação Len Stein


(Voltar ao sumário)

(Voltar à primeira página)

ARGENTINA


XXXII Reunião Nacional de Bibliotecários

A XXXII Reunião Nacional de Bibliotecários, ABGRA 98, foi realizada de 14 a 17 de abril do corrente ano durante a Feira do Livro com o título "Onde está a Biblioteca na Aldeia Global?". Presidiram sua abertura a Presidente da Instituição, Ana María Perruchena Zimmermann, a Presidente da IFLA, Christina Deschamps, a Presidente da Associação de Bibliotecários Americanos, Bárbara Ford e a Presidente da Associação de Bibliotecários do Paraguai, Agustina Gloria Villanueva.

A Presidente da ABGRA ao dar as boas vindas aos participantes expressou o desejo da Instituição de que no ano 2004 seja Buenos Aires a sede da Conferência da IFLA.

Em seguida Christina Deschamps pronunciou uma clara palestra sobre o que a aldeia global significa e que vantagens e problemas esta concepção acarreta para as bibliotecas.

Mais tarde, referindo-se ao tema geral da conferência "Onde está a biblioteca na aldeia global" houve uma mesa redonda que contou com a participação de Estela Morales (México), Nicholas Cop (EUA), Jerónimo Martínez (Espanha) e Bárbara Ford (EUA/ALA) coordenada pelo mexicano José Antonio Yanes. Na 4a. feira, 14, houve uma nova participação da Presidente da IFLA que falou sobre o que é a IFLA, seus objetivos, sua constituição, seus grandes programas e as vantagens de filiar-se a ela. Em seguida, a Presidente da ALA falou sobre sua associação e sobre a próxima conferência que se realizará em junho em Washington.

A reunião da ABGRA foi enriquecida com painéis, trabalhos, conferências, seminários e encontros de diferentes tipos de bibliotecas: escolares, agrícolas, universitárias e de saúde.

(Stella Maris Fernández - CP IFLA/LAC) (Continuação - Mme. Deschamps visita o Chile)

(Informativo ABGRA, No.12, Setembro de 1997).

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)

Criação da Sociedade de Investigações Bibliotecológicas

A Socieddae de Investigações Bibliotecológicas foi criada em 1998 como uma sociedade privada sem fins lucrativos. Surgiu como uma instituição interessada no desenvolvimento da investigação no âmbito da Biblioteconomia e Ciência da Informação e, por conseguinte, na atualização dos profissionais dessas áreas de conhecimento. São seus objetivos:

  • Promover a investigação nos campos citados;
  • Difundir as investigações realizadas através de publicações;
  • Editar uma publicação de periodicidade irregular que contribua, através de artigos, para promover a investigação e para despertar o interesse por ela e, ao mesmo tempo, permita a atualização sobre acontecimentos e êxitos vinculados com a especialidade e novas publicações;
  • Organizar conferências, comunicações, cursos;
  • Manter relações com instituições análogas nacionais e estrangeiras.

Desde seu início a entidade está filiada à IFLA.

Endereço:
Stella Maris Fernández
Rivadavia 6003, 4o. piso 27
(1406) Buenos Aires - Argentina
Fax: 54 1 4313868

(Stella Maris Fernández - CP IFLA/LAC)

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)


BRASIL


Bireme e Fapesp em parceria

O projeto Fapesp/Bireme comemorou, em março, um ano de realizações no âmbito do desenvolvimento de uma metodologia comum para a preparação, armazenamento, disseminação e avaliação da produção científica em formato eletrônico.

A "Scientific Electronic Library Online (SCIELO)" tem por objetivo implementar uma biblioteca virtual que proporcione amplo acesso a coleções, periódicos, fascículos de periódicos, além de textos completos dos artigos.

O IBICT terá participação nas atividades futuras, por meio da aplicação da metodologia gerada pela Scielo, para criar e tornar disponível uma base de dados da produção científica nacional e gerar indicadores bibliométricos, como parte do sistema de indicadores de ciência e tecnologia coordenado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia.

(Informativo IBICT, Vol.18, No. 1/2, jan./abr., 1998)

(Voltar ao Índice)

UFMG inaugura rede de informação

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) inaugurou em março a rede de Informações Bibliográficas do Sistema de Bibliotecas da UFMG-FB@net. Com a instalação da SB@net, será possível ter acesso "on-line" ao banco de dados de informações bibliográficas da Universidade, o qual abrange mais de 27 bibliotecas setoriais, às informações gerenciais sobre o Sistema de Bibliotecas, ao empréstimo automatizado, à gerência e controle da coleção de periódicos, à consulta local via Rede UFMG ou pela Internet.

(Informativo IBICT, Vol.18, No. 1/2, jan./abr., 1998)

(Voltar ao Índice)

Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias

O 10o. Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (SNBU) será realizado de 25 a 30 de outubro de 1998 no Centro de Convenções de Fortaleza, Ceará, organizado pela Biblioteca da Universidade Federal do Ceará (UFC) e pela Biblioteca da Universidade de Fortaleza (Unifor).

O Tema da reunião será:"Gestão das Bibliotecas Universitárias: estratégias para um novo tempo".

Para mais informação:
Universidade Federal do Ceará
Biblioteca Universitária
Caixa Postal 6025
60451-970 Forataleza - CE
E-mail:biblos@ufc.br

(Informativo IBICT, Vol.18, No. 1/2, jan./abr., 1998)

(Voltar ao Índice)

Classificação Decimal Universal ganha nova versão em língua portuguesa

A "Classificação Decimal Universal" agora tem nova edição. Sua últime aparição foi em 1987. A edição de 1998, preparada e comercializada pelo IBICT, coloca no mercado um produto há muito tempo cobiçado.

O lançamento da CDU, realizado no Espaço Cultural da Câmara dos Deputados, coincidiu com as comemorações do aniversário dos 44 anos de existência do IBICT e com o dia dos bibliotecários - 12 de março.

Os interessados em adquirir o exemplar da CDU podem contactar o:
Núcleo de Comercialização do IBICT (NCP)
Tel./Fax. (061)321-4888 ou (061)217-6161
E-mail:nucom@ibict.br

(Informativo IBICT, Vol.18, No. 1/2, jan./abr., 1998)

(Voltar ao Índice)

I CIBERÉTICA - Simpósio Internacional de Propriedade Intelectual, Informação e Ética

Será realizado em Florianópolis, Sta. Catarina, de 19 a 21 de novembro de 1998.

Objetivo: difundir as formas de utilização dos recursos originários das denominadas "novas tecnologias" para a produção, acesso, disseminação, preservação e uso da informação jurídica em ambiente eletrônico.

Público alvo:
Profissionais da área jurídica;
Profissioanis da área de informação e informática;
Acadêmicos dos cursos de Biblioteconomia, Direito e Ciência da Computação.

O temário abrangerá assuntos tais como: cliente da informação jurídica; crimes de informática; direito e ética na sociedade da informação; documentos digitais; ensino à distância; informação judiciária no MERCOSUL e tesaurus, entre outros.

Para maiores informações;
Office Marketing
Av. Osmar Cunha, 183 - sala 909 - Ed. Ceisa Center - Centro
88015 - 100 Florianópolis SC
Tel. 55 048 223-7864
Fax. 55 048 223-4761
E-mail:ciberetica@ccj.ufsc.br
http://ciberetica.ccj.ufsc.br

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)


CHILE


Representante do Chile na IFLA-LAC

Logo depois de ter sido eleita representante do Chile na IFLA/LAC, Clara Budnik enviou uma mensagem aos bibliotecários chilenos comunicando sua eleição e colocando-se à disposição dos interessados em participar da IFLA. A resposta foi excelente e especialmente despertou interesse o trabalho das seções como modo de troca de experiências e de melhorar a qualidade dos serviços bibliotecários.

Como corresponde a bons bibliotecários, foi feita circular uma lista de publicações que foram enviadas por Winston Roberts, ex-Coordenador de Atividades Profissionais da IFLA. A coleção está à disposição dos interessados no escritório da Subdireção de Bibliotecas Públicas, Alonso Ovalle 1637, Santiago, Chile

(Clara Budnik - CP IFLA/LAC)

(Voltar ao Índice)

A Presidente da IFLA, Mme. Christine Deschamps, visita o Chile

Mme. Christine Deschamps realizou sua primeira viagem à América Latina na qualidade de Presidente da IFLA. "Vim ouvir os colegas chilenos e explicar-lhes a importância de ter representantes na IFLA para fazerem melhores solicitações, pois se não solicitam não recebem nada" disse Mme. Christine Deschamps a um jornal de Santiago em sua visita ao chile de 5 a 10 de Abril.

Mme. Deschamps, Presidente mundial da IFLA, foi acolhida com muito interesse tanto pelo meio bibliotecário como pelo governo chileno e pelos meios de comunicação. A dirigente francesa foi especialmente convidada a visitar o Chile para participar de um seminário sobre Gerência de Informação organizado pela IFLA e pela FID, Federação Internacional de Documentação.

O programa de atividades em Santiago incluiu uma entrevista com o Ministro da Educacão, José Pablo Arellano e com a Diretora da DIBAM, Direção de Bibliotecas Arquivos e Museus do Chile, Marta Cruz-Coke. Reuniu-se com as Escolas de Biblioteconomia para um encontro de trabalho. Juntamente com o Colégio de Bibliotecários e a Comissão Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, CONICYT, deu uma palestra sobre a função da IFLA. Também visitou a Biblioteca Nacional, Bibliotecas Universitárias, Bibliotecas Públicas e o novo projeto do Bibliômetro.

Conversou com funcionários da Subdireção de Bibliotecas Públicas os quais lhe mostraram os novos projetos que estão modernizando este serviço. Referindo-se à importância das bibliotecas públicas disse: "As bibliotecas têm um papel psicológico e social. Psicológico porque a leitura desenvolve a criatividade, a crítica e a inovação. Quanto ao papel social, as bibliotecas permitem lutar contra o analfabetismo, conhecer a história e os direitos administrativos do país e dão acesso à informação necessária para o desenvolvimento científico".(Diario El Mercurio, 12.4.98).

Em Valparaíso participou do Seminário da IFLA FID e também, como em Santiago, realizou uma palestra para os bibliotecários da região.

(Clara Budnik - CP IFLA/LAC)

(Voltar ao índice)

(Voltar à primeira página)


ST. MAARTEN


A Biblioteca "Philipsburg Jubilee" em St. Maarten recebeu o Prêmio de Comunicação Len Stein

A Biblioteca "Philipsburg Jubilee" em St. Maarten recebeu com orgulho o Prêmio de Comunicação Len Stein (uma águia de cristal e ouro) por seus serviços à comunidade de St. Maarten nos últimos 75 anos.

A biblioteca foi fundada em 1923 e cresceu significativamente nos últimos 25 anos. O número de livros aumentou de 5.000 para 50.000. A biblioteca se mudou de sedes muito pequenas para a espaçosa biblioteca que é hoje e continua estimulando a leitura como uma atividade fundamental. Mantém-se a par dos desenvolvimentos tecnológicos, está computarizada e ligada à Internet.

O mais importante é a comunicação entre o escritor, as crianças, o público e a fonte de informação e conhecimento. A Sra. Blanca Hodge, membro do CP IFLA/LAC e bibliotecária há 30 anos recebeu o prêmio. "Notícias" felicita efusivamente à biblioteca e à Blanca Hodge por tão honroso prêmio.

(Blanca Hodge - CP IFLA/LAC)

(Voltar ao índice)

(Voltar à primeira página)


ÍNDICE

World Information Report 1997/98

Quarto Encontro de Educadores e Investigadores de Biblioteconomia, Arquivologia e Ciências da Informação da Iberoamérica e do Caribe

Página WEB sobre fontes de fundos para intercâmbios de bibliotecários e intercâmbios de cientistas da informação

3o. Encontro Internacional de Bibliotecários de Língua Portuguesa

6º. Congresso Nacional da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas - BAD

"Workshop" em Valparaíso


(Voltar ao sumário)

(Voltar à primeira página)

NOTÍCIAS GERAIS DE INTERESSE DA REGIÃO


World Information Report 1997/98

Obra projetada com o claro propósito de oferecer ao leitor não especializado e, em particular, ao responsável pela tomada de decisões, assim como ao público em geral, a ampla realidade do universo da informação tal como se apresenta hoje em dia dentro do quadro dos avanços tecnológicos, sociais e políticos do mundo. Oferece um panorama global dos aspectos concernentes a arquivos, bibliotecas e serviços de informação, além de alguns outros temas de interesse que são vislumbrados nos princípios do século XXI, a partir da contribuição dos melhores especialistas de todo o planeta.

O World Information Report 1997/98 está dividido em três partes. A primeira, que por sua vez consta de duas partes, apresenta uma descrição dos serviços de informação em todo o mundo. A seção A se concentra em bibliotecas e serviços de informação e adota um enfoque geopolítico que divide o mundo em oito regiões dispostas de leste a oeste e de norte a sul: Ásia Oriental e Oceania; sul da Ásia ; Estados Árabes; África (sul do Saara); Europa Oriental e Comunidade de Estados Independentes; Europa Ocidental; Canadá e Estados Unidos; América Latina e Caribe. Cabe destacar aqui que a redação do capítulo correspondente à América Latina e ao Caribe desta seção (cap. 8) ficou a cargo de Estela Morales Campos (membro do Comitê Permanente da IFLA/LAC), que nos proporciona uma abordagem bem documentada sobre os serviços de informação na citada zona geográfica; seu texto se inicia traçando uma aproximação ao conceito, funções e serviços das bibliotecas públicas e escolares. Passa depois às bibliotecas nacionais - que trabalham de forma colegiada, junto com Espanha e Portugal, agrupadas na Associação de Bibliotecas Nacionais da Iberoamérica, ABINIA - bibliotecas universitárias - as melhores dotadas no que diz respeito a orçamentos, pessoal profissional e infraestrutura tecnológica - e bibliotecas especializadas - as quais, por suas caracteristicas, se incorporam mais rapidamente às mudanças no setor comercial da informação. O capítulo se completa com uma visão geral - realizações e adversidades - no que diz respeito aos recursos humanos dos serviços bibliotecários, assim como do avanço da investigação, da incorporação de sistemas tecnológicos - a cooperação dos países da região em um mundo globalizado - e o papel das associações profissionais, cuja prosperidade desempenha um papel de grande relevância na defesa, promoção e uso da informação a níveis tanto locais como regionais.

A segunda parte ("Infrastructures for information work") aborda os componentes técnicos básicos do trabalho da informação, os quais são apresentados através de um formato de informações de vanguarda. A terceira parte("Issues and trends") analiza um bom número de temas importantes de interesse contemporâneo, vários dos quais se relacionam com o auge tecnológico, enquanto outros têm um enfoque político, social ou legal.

O "World Information Report" representa uma tentativa para refletir esta realidade em movimento enquanto o século XX chega ao seu fim; mesmo assim, constitui um instrumento tanto de diagnóstico como de resolução que proporcionará aos responsáveis pela tomada de decisões, assim como aos funcionários públicos, aos profissionais da informação e ao público em geral, um melhor entendimento do mundo da informação tal como é hoje em dia e uma perspectiva mais precisa do que será amanhã.

(Estela Morales Campos - CP IFLA/LAC)

(Voltar ao índice)

Quarto Encontro de Educadores e Investigadores de Biblioteconomia, Arquivologia e Ciências da Informação da Iberoamérica e do Caribe

O Quarto Encontro de Educadores e Investigadores foi realizado na cidade de Maracaibo (Venezuela) de 20 a 24 de abril do corrente ano. Sua organização esteve a cargo da Universidade de Zulia e contou com os auspícios da UNESCO e da Fundação Banco Mara que foi, por sua vez, sede da reunião. O encontro teve como antecedentes imediatos os seguintes: a reunião de Porto Rico em 1993 denominada Educadores Lationo-americanos na área da Biblioteconomia e da Ciência da informação e a Primeira Oficina Regional para a elaboração de um plano coordenado de treinamento para profissionais da informação realizado em Belo Horizonte (Brasil) em 1994; o Segundo Encontro realizado no México em 1995 e o Terceiro Encontro em Porto Rico realizado em 1998.

Participaram da reunião representantes das escolas e centros de investigação dos seguintes países: Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Espanha, México, Paraguai, Porto Rico, Uruguai, Venezuela e Inglaterra com a participação de Ian Johnson da Robert Gordon University. Foram seus objetivos: propiciar análise e discussão sobre o novo paradigma das Ciências da Informação; promover a reflexão e a análise das tendências tecnológicas e a aplicação de novas estratégias de aprendizagem; refletir sobre as linhas de investigação das escolas.

Foram abordadosos seguintes grandes temas:

  • Paradigmas de formação profissional em Ciências da Informação
  • Paradigmas didáticos
  • Investigação e pós-graduação

O desenvolvimento desses temas deu lugar à apresentação de palestras, foros e oficinas.

Durante o Encontro foi realizada a 1a. Assembléia da Associação de Educação e Investigação em Biblioteconomia, Arquivologia, Ciência da Informação e Documentação da Iberoamérica e do Caribe e se tratou de constituir o Comitê Executivo que está integrado por representantes dos siguintes países: Presidência: Espanha; Vice-presidência; Brasil; Secretaría Executiva: México; Tesouraria: Venezuela; Vocal: Argentina; Secretaría de Atas: Costa Rica; Finanças: Costa Rica

(Voltar ao índice)

Página WEB sobre fontes de fundos para intercâmbios de bibliotecários e intercâmbios de cientistas da informação

Um dos objetivos do Comitê Conjunto IRC/IRRT de Intercâmbios Internacionais é difundir informação sobre as oportunidades para visitas de estudo e programas de intercâmbio de bibliotecários e cientistas da informação. Como parte desse objetivo, o Comitê mantém uma página Web de instituições e agências de financiamentos que são apoios potenciais de intercâmbio de atividades internacionais. A lista pode ser vista em: http://www.ala.org/work/international/intweb.html

O Comitê mantém a lista como uma fonte de informação; não financia, coordena ou encaminha intercâmbios ou viagens internacionais. Os comentários são bem recebidos e podem ser mandados aos membros do Comitê listados na página.

(Profa. Gloria Gasperini)

(Voltar ao Índice)


3o. Encontro Internacional de Bibliotecários de Língua Portuguesa

Promovido pela Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas - BAD - foi realizado de 4 a 5 de maio de 1998 em Aveiro, Portugal. O tema do Encontro foi "Bibliotecas e Informação: estratégias para a cooperação".

Ao encontro compareceram profissionais de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, e São Tomé e Príncipe.

A Presidente da IFLA não pode participar integralmente de todo o Encontro, mas teve a oportunidade de conhecer melhor o panorama da biblioteconomia nos países de língua portuguesa. A Coordenadora do Programa ALP da IFLA, Birgitta Bergdahl, e a Gerente do Escritório Regional da IFLA/LAC estiveram presentes e fizeram parte da sessão "Fontes de Financiamento para a Cooperação". As recomendações do Encontro fazem parte da "Carta de Aveiro".

O próximo Encontro deverá ser realizado em Cabo Verde. No próximo Caucus da Língua Portuguesa, que se realizará em Amsterdam no dia 15/8, já serão discutidas algumas das ações recomendadas.

Parabenizamos a BAD pela realização do evento

(Voltar ao Índice)

6º. Congresso Nacional da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas - BAD

Foi realizado em Aveiro, Portugal, no período de 6 a 8 de maio de 1998, tendo como tema "Bibliotecas e Arquivos na Sociedade de Informação" e contou com a participação de um grande número de profissionais da Europa, Estados Unidos, Brasil e países africanos de língua oficial portuguesa.

A presidente da IFLA, Sra. Christine Deschamps, tomou parte na Sessão de Abertura, sendo seu discurso muito apreciado pelos participantes do Congresso. Também participou do Congresso, como convidada da BAD, a Gerente do Escritório Regional da IFLA/LAC, Sra. Elizabet Maria Ramos de Carvalho, que apresentou o trabalho "Preservação do Capital Intelectual das Instituições".

O alto nível dos trabalhos apresentados, a exposição realizada em paralelo, a organização e a cordialidade dos colegas portugueses, bam como a oportunidade de troca de experiências, foram os pontos altos do Congresso da BAD.

A Gerente do Escritório Regional da IFLA/LAC parabeniza a Comissão Organizadora e deixa registrados seus agradecimentos especiais ao dr. Antonio José de Pina Falcão, Presidente da BAD e Presidente da Comissão Organizadora do Congresso, à Dra. Maria José Moura, Vice-Presidente do Conselho Superior de Bibliotecas, e à Dra. Maria Inês Lopes, da Fundação Calouste Gulbenkian, pelas gentilezas e atenções dispensadas a ela e aos demais bibliotecários brasileiros.

(Voltar ao Índice)

"Workshop" em Valparaíso

Cerca de 30 bibliotecários e especialistas em informação da América Latina e do Caribe e um pequeno número de especialistas internacionais reuniram-se na Biblioteca do Congresso, em Valparaíso, Chile, no começo de abril de 1998 para discutir maneiras práticas de desenvolver a aplicação de modernas técnicas de administração no trabalho de bibliotecas, informação e documentação. O "workshop" foi organizado em nome da IFLA e FID, e foi patrocinado por uma subvenção do Programa de Participação da UNESCO, com contribuições adicionais do CONICYT (o Conselho Nacional Chileno para a Ciência e a Teconologia) e do Conselho Britânico. Uma visita preliminar ao Chile com o propósito de planejamento foi tornada possível acrescentando-a ao itinerário de uma série de visitas de alguns colaboradores potenciais do Programa ALFA da União Européia, que apoia ligações entre universidades da Europa e da América Latina.

Os participantes do "workshop" fizeram uma série de recomendações destinadas a assegurar uma melhoria do entendimento e aplicação das modernas técnicas de administração nas bibliotecas e serviços de informação da região:

  1. Individualmente os profissionais da região devem:
    • promover uma maior consciência de suas responsabilidades administrativas e especialidades;
    • assumir maior responsabilidade pelo seu próprio desenvolvimento profissional. Para facilitar isso, deve ser solicitada licença à Associação Britânica de Bibliotecários para tradução e ampla divulgação do seu documento de trabalho "The Framework for Continuing Professional Development - your personal profile". Um oferecimento para traduzir para o Espanhol foi feito pelo Centro Universitario de Investigações Bibliotecológicas, Universidade Nacional Autônoma do México;
    • trabalhar para fortalecer suas associações profissionais nacionais, particularmente como fornecedoras de educação contínua.
  2. Os dirigentes das bibliotecas da região devem:
    • fortalecer as ligações entre o ensino e a prática profissional, particularmente no que diz respeito à aplicação de modernas técnicas de administração;
    • estabelecer planos de treinamento e desenvolvimento estruturados, focalizados em seus objetivos organizacionais e baseados em revisões regulares das capacidades e aspirações dos seus funcionários.
  3. As Escolas de Biblioteconomia e de Ciência da Informação da região devem:
    • fazer grandes esforços para divulgar as oportunidades de carreira oferecidas pelo trabalho bibliotecário e de informação, de modo a atrair melhores estudantes;
    • engajar em diálogos mais produtivos com os que trabalham em administração sobre a prática e o ensino da administração;
    • desenvolver o conhecimento de estudantes e professores sobre as modernas técnicas de administração em relação com as necessidades do mercado de trabalho;
    • dar maior atenção ao desenvolvimento da capacidade de liderança dos estudantes;
    • pesquisar mais nessa área e fornecer mais treinamento em pesquisa.
  4. As Associações Nacionais de Bibliotecários da região devem:
    • trabalhar com as Escolas de Biblioteconomia e Ciência da Informação para promover as várias oportunidades de carreira agora disponíveis;
    • encorajar a aplicação de modernas técnicas de administração nas bibliotecas e serviços de informação e o ensino nas escolas de Biblioteconomia e Ciência da Informação;
    • assegurar que tópicos sobre administração sejam incluidos nos programas dos seus encontros anuais e outras atividades de educação profissional contínua. Foi feito um oferecimento para adotar o tema de Administração de Bibliotecas e Serviços de Informação para a INFO99 em Cuba em 1999;
    • organizar grupos regionais para encorajar o desenvolvimento de prática profissional moderna e para apoiar a educação profissional contínua, especialmente em relação à aplicação de técnicas de administração;
    • encorajar e apoiar a participação de profissionais bibliotecários e de informação em programas de desenvolvimento de liderança.
  5. As organizações não-governamentais internacionais (IFLA/FID/ICA) devem:
    • procurar levantar fundos para desenvolvimento de um módulo de treinamento que possa ser usado pelos desenvolvedores de administração em bibliotecas e escolas de Biblioteconomia e de Informação em todo o mundo para melhorar o ensino de técnicas de administração geral. Como um primeiro passo, a IFLA deve publicar, traduzido para o Espanhol e as outras línguas oficiais da IFLA, o relatório de Michael Koenig sobre o projeto patrocinado pela IFLA "Information driven management: concepts and themes - a toolkit for librarians.";
    • levantar fundos para desenvolver um módulo de treinamento sobre administração de conhecimento para uso pelos professores das Escolas de Biblioteconomia e Ciência da Informação;
    • preparar instruções para Escolas de Biblioteconomia e de Ciência da Informação para fortalecer seu ensino de métodos de pesquisa (particularmente as metodologias importantes para a pesquisa de tópicos de administração), e seu programa de atividades de pesquisa e para encorajar a fundação de mais centros de pesquisa na região (IFLA Section on Library Theory and Research);
    • organizar de tempos em tempos reuniões para tratar dos últimos progressos em educação e educação profissional contínua para a administração e o uso de recursos humanos, tal como administração de conhecimento, e incluir o desenvolvimento do conhecimento e capacidades dos professores nessas áreas.

(Ian Johnson)

(Voltar ao Índice)

(Voltar à primeira página)


CLEARINGHOUSE - PUBLICAÇÕES RECEBIDAS


O "CLEARINGHOUSE" MANTÉM COLEÇÕES DE TRABALHOS APRESENTADOS EM CONFERÊNCIAS E OUTRAS PUBLICAÇÕES DA IFLA. TODOS OS TRABALHOS APRESENTADOS ABAIXO ESTÃO DISPONÍVEIS PARA CÓPIAS NO ESCRITÓRIO REGIONAL. POR FAVOR, PRESTE ATENÇÃO ÀS NOTÍCIAS SOB ALGUMAS REFERÊNCIAS, ELAS PODEM LHE INTERESSAR.


ABGRA. Directorio de bibliotecas argentinas. Edición preliminar,1997.

ABGRA. Referencias. vol.3 No.1, abril, 1998.

Amaral, Sueli Angélica do. Marketing: abordagem em unidades de informação / Brasília: Thesaurus, 1998.

"O livro retrata o potencial do marketing como uma ferramenta gerencial para melhorar o desempenho das unidade de informação. É preciso responder a algumas questões: como conhecer melhor o mercado? como entender melhor os consumidores? que produtos e serviços de informação devem ser planejados? As respostas são encontradas quando o livro mostra como disseminar e implantar o marketing nas unidades de informação."

APBDSE. Informativo da Associação Profissional dos Bibliotecários e Documentalistas de Sergipe. Ano 1, No.1, Aracaju/SE, Nov. 1997

Barquet Téllez, Concepción, Naumis Peña, Catalina y Romero Tejeda, Emma Norma. Manual para la descripción bibliográfica de la base de datos INFOBILA - México : UNAM, CUIB, 1997

"O manual serve como um instrumento normalizador, o qual contém diretrizes e orientações com o objetivo de resolver os problemas técnicos que apresenta a análise documental para a entrada dos diversos documentos na base de dados."

AMBAC. Noticiero de la AMBAC (Asociación Mexicana de Bibliotecarios,A.C.). Num.114,Octubre/Diciembre, 1997

CAB International. Database news. No. 34, March 1998.

Coughlin, Peter. Pesquisa Bibliográfica e Textos Completos através da Internet. Faculdade de Economia. Universidade Eduardo Mondlane, fevereiro, 1997.

Conselho Federal de Biblioteconomia. CFB Informa. Brasília, ano 03, No. 01, janeiro 1998.

Conselho Federal de Biblioteconomia. CFB Informa. Brasília, ano 03, No. 02, abril 1998.

CRB-7. Boletim. Órgão informativo do Conselho Regional de Biblioteconomia - 7a. Região , Rio de Janeiro, jul./set. 1997.

CRB-8. Boletim Informativo. São Paulo , no. 3, nov. 1997.

CRB-8. Boletim Informativo. São Paulo , no. 4, dez. 1997.

CRB-8. Boletim Informativo. São Paulo , no. 5, jan. 1998.

CRB-14. Informativo. Florianópolis , v. 7, n. 4, out./dez. 1997.

Evans, Gwynneth. Scholl Library Manifesto (for discussion). August 1997.

O propósito deste manifesto é definir e promover o papel das bibliotecas escolares e dos centros de recursos ao preparar os estudantes para adquirir "as ferramentas e o conteúdo da aprendizagem" que lhes permitirá sobreviver e desenvolver suas capacidades totais; continuar a aprender durante todas as suas vidas; e tomar decisões bem informadas.

IBICT. Informativo. Vol.17, No.5, set./out., 1997.

IBICT. Informativo. Vol.18, No.12, jan./abr., 1998.

IFLA. ALP. Project Report no. 11. A trainig package for rural public libraries.Department of Non-Formal Education, Ministry of Education. Bangkok, Thailand, 1997.

Este pacote de treinamento para bibliotecas públicas rurais foi produzido pelo Departamento de Educação Não-Formal do Ministério de Educação da Tailândia, mas pode ser utilizado em qualquer lugar. Os módulos foram planejados para um treinamento de 12 dias

IFLA. ALP. Reunión Regional de Bibliotecas Publicas. Biblioteca Nacional del Perú; Municipalidad Provincial de Piura; Universidad de Piura. Preparado por: César Castro Allaga.

IFLA. 63rd IFLA General Conference. Aug. 31 - Sep. 5, 1997. Copenhagen, Denmark. (Fund Programme, Participant List, Exhibitor Catalogue, set of booklets n. 0 - 8 and IFLA express 1 - 8)

IFLA Journal. Vol. 23, No. 5/6,1977.

IFLA Journal. Vol. 23, No.2, 1997.

IFLA Journal. Vol. 23, No.4, 1997.

IFLA Medium term programme 1998 - 2001. The Hague,1998.

IFLA Round Table of Editors of Library Journals. Newsletter. No. 2 (12), Vol. 13, November 1997

IFLA Round Table of National Centres for Library Services. Newsletter. No.1, July 1997.

IFLA Round Table of National Centres for Library Services. Newsletter. No.2, December 1997.

IFLA Round Table on Library History. Newsletter. No. 9, Fall, 1997.

IFLA Round Table on Mobile Libraries. Newsletter. Vol. 1, No. 7, August/ September, 1997.

IFLA Round Table on the Management of Library Associations. Newsletter. Vol. 21, Jul./Aug. 1997.

IFLA Round Table on Newspapers. Newsletter. No. 5, Summer, 1997.

IFLA Round Table on User Education. Newsletter. July, 1997.

IFLA Section for Africa. Newsletter. No. 13 July, 1997.

IFLA Section for Africa. Newsletter. No. 14 January, 1998.

IFLA Section of Art Libraries. Special Libraries Division. Newsletter. No. 41, 1997.

IFLA Section of Children's Libraries. Newsletter. No. 51, December, 1997.

IFLA Section of Libraries for the Blind. Newsletter. Autumn, 1997.

IFLA Section of Public Libraries. Newsletter. No. 18. December, 1997.

IFLA Section on Bibliography. Newsletter. July 1997.

IFLA Section on Acquisition and Collection Development. Newsletter. No. 14, Summer, Winter 1997/98.

IFLA Section on Acquisition and Collection Development. Newsletter. No. 15, Summer, 1997.

IFLA Section on Acquisition and Collection Development. Newsletter. No. 16, Winter, 1997/98.

IFLA Section on Document Delivery and Interlending. Newsletter. January, 1998.

IFLA Section on Library and Research Services for Parliaments. Newsletter. Vol. 17, No. 1, November, 1997.

IFLA Section on Reading. Newsletter. No. 4, August, 1997.

IFLA Section on Reading. Newsletter. No. 5, November, 1997.

IFLA UAP. Newsletter. No. 24, October 1997.

IFLA UAP. Newsletter. No. 25, April 1998.

INTAMEL. Metro. No. 13, December, 1997.

Library Association Publishing. 1998 Catalogue: new books and backlist. London, 1998.

Library of Congess. Information Bulletin. Vol.56, No. 15, October, 1998.

Library of Congess. Information Bulletin. Vol.57, No.3, March, 1998.

Morales Campos, Estela. 63a. conferencia IFLA Copenhage 1997: participantes de América latina y el Caribe. México, 1997.

Pérez Paz, Nahúm. La modalidad de educación abierta a distancia de la Escuela Nacional de Biblioteconomia y Archivología. México, noviembre, 1997

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Folha da leitura. Secretaria Municipal de Cultura. Agosto/setembro. No.7, 1997.

Russo, Mariza. Bibliotecas universitárias Brasileiras: diretrizes para o próximo milênio. CBBU/FEBAB, dez. 1997

UFRJ. Sibi. Informal. Boletín do Sistema de Bibliotecas e Informação da UFRJ. Ano 9, no. 1, jan/jun 1998.

UNESCO. Memory of the World: A survey of current library preservation activities/ prepared for UNESCo on behalf of IFLA by Jan Lyall. - Paris : UNESCO, 1996. v, 59 p.; 30cm. -(CII-96/WS-7)(text also in french)

UNESCO. Memory of the World: Lost memory - Libraries and archives destroyed in the twentieth century / prepared for UNESCO on behalf of IFLA by Hans van der Hoeven and on behalf of ICA by Joan van Albada. - Paris : UNESCO, 1996. - ii, 70 p.; 30cm. - (CII-96/WS/1)(text also in french)

UNESCO. Mémoire du Monde: Principes directeurs pour la sauvegarde du patrimoine documentaire / document élaboré pour l'UNESCO au nom de l'IFLA par Stephen Foster, Jan Lyall, Duncan Marshall et Roslyn Russel. - Paris : UNESCO, 1995. - viii, 77 p.; 30cm. - (CII-95/WS-11)

UNESCO. Mémoire du Monde: Rapport final. - Paris : UNESCO, octobre, 1997. - (CII-97/CONF.502/CLD.1)(original anglais)

UNESCO. UNAL Info. No. 17 - septembre 1997.

UNESCO. UNAL Info. No. 18 - décembre 1997.

(Voltar ao sumário)

(Voltar à primeira página)


CALENDARIO INTERNACIONAL


1998

Agosto

14 - 23 Feira Internacional do Livro, La Paz, Bolivia

16 - 21 - 64a. Conferencia Geral da IFLA, Amsterdam, Holanda

Setembro

2 - 20 Feira Internacional do Livro, Montevidéu, Uruguai

29 - 4/out. LIBER, Barcelona, Espanha

Outubro

7 - 12 Feira Internacional do Livro, Frankfurt, Alemanha

11-17 49a. Conferência e Congresso da FID, Nova Dehli, Índia

Novembro

25 - 27 Conferência Internacional sobre Serviços Bibliográficos, Copenhague, Dinamarca

1999

- 65ª Conferência Geral da IFLA, Bangcoc, Tailândia
Theme: On the Treshold of a New Century: libraries as gateways to an Enlighted World

2000

- 66ª Conferência Geral da IFLA, Jerusalém, Israel

2001

- 67ª Conferência Geral da IFLA, Boston, Estados Unidos

2002

- 68ª Conferência Geral da IFLA, Glasgow, Escócia

(Voltar à primeira página )


O QUE É A IFLA? O ESCRITÓRIO REGIONAL O PROGRAMA ALP SÍTIOS ÚTEIS


HP